17 fevereiro 2017

DESOBEDIÊNCIA - O FASCÍNIO SOBRE O SER HUMANO

 
 
 
 
Na tarde de ontem, aliás muito quente, peguei me em uma profundo reflexão acerca de que como a desobediência exerce tanto fascínio sobre o ser humano. Parece que é uma espécie de encantamento, mostrando que o homem tirou o foco dos princípios que foram ditados por Deus. No contexto bíblico a primeira conseqüência da quebra das ordenanças divinas originou a morte, quando Adão Eva caem na desobediência, e depois quando da vinda dos preceitos, mandamentos e estatutos do Senhor, é revelado que o desobediente é um ser corrompido onde nele não se vislumbra a sabedoria que deveria ser o lume para os outros homens.

Quando Moises recebe os princípios divinos, chama o povo e assim declara: Eu lhes ensinei decretos e leis, como me ordenou o Senhor, o meu Deus, para que sejam cumpridos na terra na qual vocês estão entrando para dela tomar posse. Vocês devem obedecer-lhes e cumpri-los, pois assim os outros povos verão a sabedoria e o discernimento de vocês. Quando eles ouvirem todos estes decretos dirão: “De fato esta grande nação é um povo sábio e inteligente”. Dt 4:5-6.

A morte já está patenteada que será o ultimo inimigo a ser vencido, conforme escreveu Paulo em I Coríntios 15: 26, quer dizer, até que Cristo volte para buscar a sua Noiva ainda experimentaremos a conseqüência da desobediência. Mas revelar-se desatinado por opção ou sedução pela prática da desobediência é cair no paraíso. Não quero justificar o erro de Adão e Eva, mas nós temos toda a Lei, os Profetas e a revelação da cultura neo-testamentária como verdadeiros semáforos, alertas e avisos de “pare”, não atravesse, pecado à frente. Então, a desobediência é a quebra de princípios.

Por maior que seja o encantamento, a fascinação que a desobediência possa exercer sobre o homem, os princípios de Deus tem argumentos mais veementes, mais fortes, daí o que não justifica o ceder à desobediência com tanta facilidade. Quem vive e caminha por princípios, pode descansar na hora de pedir socorro, a exemplo de Davi como fez em Salmo 119:173 “Com tua vem ajudar-me, pois escolhi os teus preceitos”(normas, regras, princípios).

Mesmo lendo a Bíblia tem muita gente que não se afina, não distingue e não sabe o que são princípios. Princípios são ensinamentos básicos, verdades práticas que estão na Palavra de Deus e que devem ser aplicados em todas as áreas da nossa vida: familiar, escolar, espiritual, etc. E que treinam a nossa mente para que possamos discernir o bem do mal

Há os que pensam que o que foi escrito na Palavra é só para aquele tempo antigo, para os apóstolos, os judeus. Mas eles são válidos em todo o tempo, em todo lugar, para todas as pessoas de todas as idades e todas as áreas da nossa vida. É por isso que Davi fala no Salmo 119:105: "Lâmpada para os meus pés é a Tua Palavra e luz para os meus caminhos". Os princípios contidos na Palavra de Deus devem ser guardados em nosso coração.

Deus sabendo que não poderíamos vê-lo, fisicamente, por causa do pecado que nos afastou de Sua maravilhosa presença, inspirou dezenas de homens e mulheres, ao longo de séculos, para escrever o manual mais completo de todos os tempos, a Sua própria Palavra escrita, a Bíblia, para que os Seus ensinamentos, os Seus princípios, não fossem esquecidos através dos tempos, mas estivessem sempre vivos diante de nós.

Muitas pessoas estão em busca das suas vitórias, querem a todo custo ser vencedoras, e, no entanto não tem conseguido chegar porque não aprenderam a obedecer por completo. Vitória noventa por cento, é derrota cem por cento. E porque não vencem? Há uma necessidade premente de saber que não existem vitórias sem vencermos primeiro as nossas guerras pessoais, e a não observação dos princípios, é uma batalha renhida.

Quando observamos a narrativa da história de Israel vemos que o povo de Deus sempre vencia as mais ferrenhas lutas, porém, tropeçou numa batalha que parecia impossível perder, como foi o caso de Ai. E porque perdeu uma batalha desta? Por que Acã, um do povo quebrou princípios sagrados. (Josué 7).

Como pode uma derrota no lugar de uma vitória que era certa? Desobediência aos princípios. A fórmula de Deus para a vitória é baseado em Seus princípios divinos, e se assim procedemos temos o o direito de derrubar os gigantes que se levantam contra nossas vidas, se estamos escondidos nos princípios não nos assustaremos com os gigantes que se levantam de todos os lados.

O cenário da vitória está montado, você decide e Deus te prepara para a vitória através dos seus princípios.

Quem estiver andando segundo seus próprios planos, estratégia pessoal, seguindo sua própria vontade, com pose de que já sabe tudo, deixando a soberba tomar conta da vida, andando no próprio caminho traçado, o próximo passo é a queda. Provérbios 16:18 diz que “o orgulho vem antes da destruição, o espírito altivo, antes da queda.”

Vencer requer um quesito fundamental: observância dos princípios de Deus, porque as promessas de Deus não são para desobedientes. Os princípios não podem ser quebrados. Os princípios para serem obedecidos, exigem a atenção ao que o Espírito diz. “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no paraíso de Deus” (Ap 2:7).

Sabe do que fala isto? Fala de obediência. Ouvir é igual obedecer. ”Se quiserdes e me ouvirdes, então comereis o melhor dessa terra.” (Is 1:19). “Quem há entre vós que a isso dará ouvidos? que atenderá e ouvirá doravante?” (Is 42:23). “Ouvi agora isto, ó povo insensato e sem entendimento, que tendes olhos e não vedes, que tendes ouvidos e não ouvis.” (Jr 5:21).

A Bíblia diz: “Quem tem ouvidos, ouça!” Isto quer dizer: quem ouvir, obedeça.

A vitória se conquista observando os princípios de Deus. Saia do fascínio, do encantamento, diga sim aos princípios de Deus. Seja obediente. Ande em princípios e experimente a vitória.

Nenhum comentário:

UMA FESTA PELA CHEGADA DA BÍBLIA