27 maio 2017

RESTAURANDO A PORTA DAS OVELHAS



Nos ultimos dias tenho sido tocado profundamente pelo Espírito Santo para retomar  os estudo das Portas de Jerusalém, que tive a alegria de ser ministrado pelo meu inesquecível professor de Panoramo do Velho Testamento, pastor Dally. Ele era um texano muito legal, trocava muitas palavras mas conduzia a aula pelo Espírito então valia pena ouvi-lo.

Quase sempre experimentamos um cativeiro temporário, provocado por nós mesmos, ainda que saibamos que”para a liberdade foi que Cristo nos libertou”(Gl 5.1). Um cativeiro é algo incomodo que priva a liberdade conquistada, e sempre é decorrente de pecados cometidos e distanciamento da presença de Deus.
Imagine 70 anos de cativeiro, isto foi o que experimento Israel no cativeiro galileu e assírio e depois Judá no cativeiro babilônico. Mas a fidelidade de Deus dá ao seu povo a oportunidade de uma retomada da vida. O Salmo 187:7 diz” Embora eu enfrente angústias, tu me vivificas; estendes a mão contra a ira dos meus inimigos, e a tua direita me salva”(Bib.Séc.21). Deus sempre no seu histórico de relacionamento com o homem, deu a este uma nova chance de recomeço.
Primeiramente o assunto é  sobre a restauração da Porta das Ovelhas, baseada em Neemias, no texto de Ne 3:1 :″Eliasibe, o sumo sacerdote, e seus irmãos, os sacerdotes, dispuseram-se, então, a reconstruir a porta das Ovelhas. Eles a consagraram e colocaram as folhas da porta no lugar. Depois reconstruíram o muro até a torre dos Cem, que também consagraram, e prosseguiram até a torre de Hananel”.(Bib.Séc.21).

Uma porta não pode ser reconstruída sem estar anexada a um muro. Porta só para em pé fixada a um muro. Então, tomemos doravante o sentido profético da nossa salvação baseado na restauração desses muros e portas. O profeta messiânico como um Arauto do Rei que reconstrói, anuncia de forma tremenda: “Naquele dia se entoará este cântico na terra de Judá: Temos uma cidade forte; Deus colocou a salvação por muros e colunas”. Isaías 26.1(Bibl.Séc.21) Muro na Biblia é sinal de proteção, mas portas reconstruídas falam de recomposição do caráter, desconfigurada pelas nossas más escolhas.
Vejamos  a 1a. Porta restaurada: A PORTA DAS OVELHAS:  Neemias 3:1
“Então, se dispôs Eliasibe, o sumo sacerdote, com os sacerdotes, seus irmãos, e reedificaram a PORTA DAS OVELHAS; consagraram-na, assentaram-lhe as portas e continuaram a reconstrução até à Torre dos Cem e à torre de Hananel.” Como primeira portara a ser restaurada, ela foi consagrada, isto é, separada.

Em João 10:7 Jesus declarou “…Eu sou a porta das ovelhas. E continuou no versículo 9 :” Eu sou a porta.Se alguém entrar por mim, será  salvo. Entrará e sairá, e achará pastagem”(Bibl.Séc.21). Que maravilha quando lembramos da nossa salvação, primeiro momento de nossa decisão em seguir a Cristo. É o nosso primeiro tempo com Deus, tempo inesquecível porque fomos tomados de uma alegria indizível na decisão de ouvir a voz do Bom Pastor, e escolher entrar por Jesus, porque Ele é o Caminho, a porta, a verdade e a vida. Sim, descobrimos que não há como chegar a Deus se não passarmos pela Porta das Ovelhas, num novo tempo de caminhada cristã.

A restauração da porta das ovelhas, fala proféticamente de que agora em Cristo temos uma conduta toda especial. Somos ovelhas do Bom Pastor. Ovelhas que são conhecidas do seu pastor e ovelhas conhecem o pastor. Quando estamos nessa linha de conduta, nossa personalidade está vinculada à obediência, à submissão, e então temos consciência que agora somos propriedade de Deus, por sua escolha, e que nossa vida agora não é andar pela nossa vontade própria, mas sim pela vontade Daquele que nos comprou.

É lógico que não olhamos para Jesus como uma porta física, mas sim como sendo o único caminho de entrada para o Reino de Deus. Ele mesmo declarou isto em João 14:6 “Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém chega a Pai, a não ser por mim” (Bib.Séc.21)

A restauração da Porta das Ovelhas de Neemias  3.1 é de suma importância como mensagem à igreja de hoje. Foi dado prioridade à restauração primeira à Porta das Ovelhas, porque ela tem forte significado para o tempo de restauração da igreja(isto é, cada um de nós). 
 
Como igreja, hoje nossa prioridade tem que ser Cristo, porque Ele é a Porta das Ovelhas. Como ovelhas do rebanho de Cristo, perdemos o gosto pelas doutrinas fundamentais da biblia(amamos os ventos de doutrinas), a obra do Espírito caiu no esquecimento, queremos mostrar nossos dons, carismas e retetés, mas não permitimos o Espírito fazer a obra de alcance dos pecadores. Vida de comunhão é artigo de luxo hoje. Comunhão com Pai, amar passar tempo com Deus, com sua Palavra e até mesmo com os irmãos na celebração. 

Precisamos repassar pela Porta das Ovelhas, rever os conceitos básicos que abandonamos, que perdemos na caminhada cristã porque nos acostumamos com o Evangelho e um fator importante é a vida pela fé. 

Outro dia conversando com um irmão que passou pelo Encontro com Deus junto comigo, e já faz 17 anos, ele dizia que transformação experimentou, que a vida nunca mais foi igual de lá para cá. Que ele ama ir a igreja, participar das vigilias, que  agora ele canta com satisfação na igreja, não perde os cultos, que maravilha, mas que só enfrentava um probleminha: vida financeira não estava bem. 

Naquela hora um calor tomou conta do meu rosto que até me pertubei diante dele, me pertubei tanto em ver tanta coisa boa Deus fazendo na vida dele, mas estava esbugalhado financeiramente. Foi aí que eu arrisquei perder o amigo e perguntei: você tem dizimado e ofertado à Casa do Senhor?

A pertubação passou para ele e me disse: ah!pastor quando dá eu dou sim uma ajuda para a igreja, mas só quando dá, porque a situação dificil para todo mundo. Interrompi-o com a seguinte fala:”irmão, a situação está ruím para os que não tem vida de fé”, um homem como você sai avivado do Encontro, mas que não honra a Deus com a adoração daquilo que é Dele, não experimentou nada de transformação. 

Dízimo é atitude de fé, quem não dizima não tem vida de fé. E quem não vive a fé, está com a personalidade cristã desfigurada. É preciso entrar pela Porta da Ovelhas, rever e viver os principios básicos da Bíblia, entao daí vem a restauração do muro. Daí é experimentado a proteção. Dê prioridade a Restauração da Porta da Ovelhas, retome os principios e viva uma vida de experiência real com Deus.

Cristo deve ser o alvo inicial de todo o que quer experimentar uma vida cristã abundante. Muito havia para ser restaurado, mas a Porta das Ovelhas era urgente. Sua prioridade hoje é Cristo, então haverá mudança de geração. Sairão da vida almática, carnal e inconstante.  Ouça a voz do Bom Pastor: EU SOU A PORTA DAS OVELHAS !
PS. Estou orando para encontrar graça e continuar o estudo sobre a Restauração das demais Portas de Jerusalém.

Nenhum comentário:

RESTAURANDO A PORTA VELHA